Josh Sawyer faria Pilares da Evo 3 se recebesse um orçamento de Baldur’s Gate 3

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

A Obsidian Entertainment lançou Pillars of Eternity 2: Deadfire em maio de 2018 e não deu nenhuma notícia de outra sequência da série Pillars desde logo. Agora, o diretor de design do estúdio, Josh Sawyer, disse que adoraria desenvolver Pillars of Eternity 3 – desde que o jogo receba o mesmo orçamento que Baldur’s Gate 3.

Em uma entrevista em vídeo para a Touch Arcade sobre o natalício de Pentiment, Sawyer disse que, embora adorasse os dois primeiros jogos Pillars, adoraria fazer Pillars 3 se não houvesse restrições de tempo ou orçamento. Ele não disse o mesmo para Pentecimento 2, no entanto.

PUBLICIDADE
Pillars of Eternity era adorado pelos fãs de RPG, apesar de ter sido feito com um orçamento limitado.
Pillars of Eternity era adorado pelos fãs de RPG, apesar de ter sido feito com um orçamento restringido.

“Acho que não faria Pentiment 2. Realmente me sinto muito satisfeito com esse jogo. Não é porquê se eu não quisesse voltar a ele nunca, mas acabei de fazê-lo, logo provavelmente esperaria um pouco. “, disse Sawyer.

“Acho que se fosse realmente um orçamento inacabável, acho que tentaria os Pilares 3 porque sei qual era o orçamento para Deadfire, que não era muito e ouvi de várias pessoas qual era o orçamento para Baldur’s Gate 3, e não vou falar de números, mas se eu tiver esse orçamento, simples, farei o Pilar 3.”

Sawyer acrescentou que se ele fizesse o Pilares 3, ele empregaria uma estrutura de combate baseada em turnos.

PUBLICIDADE

Pilares da Evo continuam vivos

Pillars of Eternity 2: Deadfire foi financiado por meio de uma campanha de crowdfunding que a Obsidian lançou na Fig em 2017 com o objetivo de receptar US$ 1,1 milhão, com US$ 2,25 milhões abertos para capital. A meta foi alcançada em menos de 23 horas, com os recursos arrecadados para US$ 4,4 milhões ao final da campanha. Baldur’s Gate 3 da Larian Studios, por outro lado, teve um orçamento de US$ 100 milhões. É a mesma quantia que qualquer grande filme de Hollywood.

Ambos os jogos se inspiram nos RPGs isométricos dos anos 90, principalmente nos desenvolvidos pela Black Isle Studios, precursora do Obsidian.

Escrevemos sobre o Pillars of Eternity original: “Pilares da Evo incorpora quase tudo o que há de bom nas experiências de RPG da velha escola. E a qualidade de sua escrita e a atenção dada a cada pequeno pormenor de seu mundo é tal que às vezes parece Neil Gaiman está interpretando o rabi das masmorras cá. Mais importante ainda, Pillars of Eternity abre o caminho para o que deve se tornar uma série de RPG de referência por si só. Ele homenageia os clássicos, traz grandes ideias próprias e, no processo, emerge porquê um clássico em si. Jogos porquê leste são sempre sobre a jornada, e com certeza é uma jornada que vale a pena fazer.”

Ambos os Pilares da Evo originais eram adorados pelos fãs, mas a sequência, em pessoal, teve dificuldades nas paradas de vendas. O universo continua vivo em Avowed, que está previsto para ser lançado em 2024. Não é exatamente um RPG isométrico, mas servirá por enquanto.

Quanto ao Baldur’s Gate 3, ele continua a ter grande sucesso tanto no PC quanto no console, provando que os RPGs para PC baseados em turnos podem encontrar um público de volume. Para mais informações, confira nossos guias Baldur’s Gate 3.


Cristina Alexander é redatora freelancer do IGN. Parafraseando Calvin Harris, ela mostra seu paixão por Sonic the Hedgehog na manga porquê um grande negócio. Siga-a no Twitter @SonicPrincess15.

Pablo Oliveira
Pablo Oliveirahttp://pcextreme.com.br
Sou diretamente responsável pela manutenção, otimização, configuração e SEO de todos os sites de minha propriedade. Além disso, atuo como colunista, editor e programador.

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos recentes